Mais da Administração
Foruns de Ajuda
Parceiros
Créditos
• Tablilla hecha por Hardrock de Savage Themes.
• Design criado por Joana Duarte. • Agradecimentos: Devianart; Savage Themes; Pottermore;

Quarto de Joana Potter William.

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Dir. Joana Potter W em Sab 30 Abr 2016, 21:08

Relembrando a primeira mensagem :

....





Stay with me
Baby stay with me, tonight dont leave me alone. Walk with me, baby walk with me. To the edge of all we've ever known. I can see you there with the city lights, Fourteenth floor, pale blue eyes. I can breathe you in.
Dir. Joana Potter W
http://www.youtube.com/user/dogasebear?feature=watch
Fundadora | Directora da Escola

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Dir. Joana Potter W em Ter 28 Jun 2016, 21:44

Ele perguntou se as paredes eram a prova de som e ri-me baixo.

- Não exatamente mas posso tratar disso.

Rodei a mão ligeiramente e uma luz azul piscou na parede e depois desapareceu. Ele pareceu um pouco espantado. Ainda não devia de estar habituado a magia. Ou então a magia sem varinha.

Ele acabou por me tirar o sutia e deitar-me na cama e por uns segundos lembrei-me que já não era nova. Já não estava no meu auge literalmente. Tinha algumas marcas de todas as gravidezes que tive.

Mas ele ou não reparou ou não quis saber. E começou a beijar-me a barriga e depois a sugar-me o mamilo.

Se eu podia ter orgulho de alguma coisa no meu corpo era que o meu peito estava em perfeita condição. E nunca tinha sido pequeno.

Ele ficou um tempo a olhar para as minhas cuecas e eu fiz um meio sorriso mas excitada demais para dizer alguma coisa e ele livrou-se delas e voltou a atacar-me o peito.

Tinha a sensação que o homem não era daqueles de só tumba e já está. Parecia exatamente saber o que fazer e gostar de o fazer. Eu já o sentia contra mim e respirei fundo mas enrolei as pernas na cintura dele puxando o um bocado e roçando-me nele. Eu era um bocado provocadora.





Stay with me
Baby stay with me, tonight dont leave me alone. Walk with me, baby walk with me. To the edge of all we've ever known. I can see you there with the city lights, Fourteenth floor, pale blue eyes. I can breathe you in.
Dir. Joana Potter W
http://www.youtube.com/user/dogasebear?feature=watch
Fundadora | Directora da Escola

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Convidado em Qua 29 Jun 2016, 15:40

Quando ela tratou de alguma coisa que visivelmemte tinha que ver com o som no quarto eu tive de me rir.

- Uau! Muito sexy de facto...

E era. Toda poderosa e pequena ao mesmo tempo. Lembrei-me daquela piada das mulheres pequenas estarem mais perto do inferno e ri-me novamente, mas a beija-la. Peito era o que não lhe faltava. E eu ia perder-me nele com prazer. Muito mesmo. Não me cansava de aperta-los e suga-los.

Ela é que já não parava quieta. Notava-se que já estava a morrer para entrar nela. E eu não lhe ia fazer a desfeita claro.

- Estamos impacientes querida?

Perguntei com um meio sorriso mas pus-me de joelhos a fim de tirar os boxers. Já estava mais que pronto para ela e voltei a pôr-me em cima dela, abrindo-lhe as pernas, mas passando os dedos primeiro. Tão molhada já. Mais que pronta para mim também. Ainda pensei em provoca-la um bocado mais, com a boca. Mas também já estava impaciente como ela.
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Dir. Joana Potter W em Qua 29 Jun 2016, 22:24

Eu parecia que estava a arder. O meu corpo estava todo quente mas o que eu queria mais era que ele se encostasse mais a mim e que me tocasse em todo o lado.
E ele continuava de volta do meu peito e eu já estava a querer prende-lo à cama e fazer a minha vontade.

Que também era a dele já que eu sentia-o mais que bem contra mim.

- Muito, querido.

Retroqui logo mas também fiz um meio sorriso quando ele levantou-se e tirou os boxers. Nada mau. Nada mau mesmo. E depois voltei a olhar para ele e pisquei-lhe os olhos sedutoramente e ele voltou logo para cima de mim abrindo-me as pernas - não que eu tivesse a prestar muita resistencia nisso - e passou os dedos e eu tremi levemente deixando escapar um gemido dos lábios.

- Jesus fucking christ... - Respirei rápido e passei os braços pelo pescoço dele puxando o mais para mim e beijei-o. - Just go on with it, darling.

Provoquei baixo ao ouvido dele mordiscando-o.





Stay with me
Baby stay with me, tonight dont leave me alone. Walk with me, baby walk with me. To the edge of all we've ever known. I can see you there with the city lights, Fourteenth floor, pale blue eyes. I can breathe you in.
Dir. Joana Potter W
http://www.youtube.com/user/dogasebear?feature=watch
Fundadora | Directora da Escola

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Convidado em Qui 30 Jun 2016, 00:07

Nenhum de nós estava a aguentar mais tempo, mas também não era para aguentar. Era para fazê-lo. E ponto. O sotaque inglês dela deixou-me por um minuto atordoado. Mas tudo nesta mulher era sexy?

Não esperei muito e enfiei dois dedos devagar nela apenas a prepara-la. Mas acho que não era preciso. Tirei e lambi-os, para... Bem... Limpa-los. E voltei a deitar-me em cima dela, roçando-me um pouco enquanto a beijava na boca. Sabia bem.

E depois entrei sem ser lá muito meigo. Mas pelo gemido, acho que ela não se importou e até gostou.
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Dir. Joana Potter W em Sab 02 Jul 2016, 14:54

Ele pareceu um pouco afetado quando eu falei na minha língua materna mas nem tempo para sorrir tive. Senti os dedos dele dentro de mim e geme apertando lhe os ombros.

Este homem estava a dar cabo de mim. Fiquei a olhar para os dedos dele enquanto ele os lambeu e uns segundos depois a boca dele já estava na minha e eu beijei o logo de volta passando as mãos pelas costas dele e apertei lhe o rabo puxando o um pouco mais contra mim.

Craveira as unhas nas costas dele gemendo alto quando ele entrou com força logo todo. Eu não estava a espera e respirei rápido de olhos muito abertos mas apertei lhe os braços abrindo mais as pernas.





Stay with me
Baby stay with me, tonight dont leave me alone. Walk with me, baby walk with me. To the edge of all we've ever known. I can see you there with the city lights, Fourteenth floor, pale blue eyes. I can breathe you in.
Dir. Joana Potter W
http://www.youtube.com/user/dogasebear?feature=watch
Fundadora | Directora da Escola

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Convidado em Ter 05 Jul 2016, 11:39

Engraçado. Era suposto isto ser apenas uma boa sessão de sexo. E estava a ser, quando começou. Mas quando dei por mim já estava a mexer-me mais devagar e a beijar-lhe o pescoço e a zona da clavícula até ao peito também. Sabia bem. Não tocava assim uma mulher há bastante tempo.

Também nenhuma tinha sido tão interessante.

- És mesmo bonita.

Ela devia ouvir várias vezes, mas não importava. Ia ouvi-lo da minha boca. Não queria parar de me mexer, mas sentia-a mais a mexer-me devagar. Cada bocado de pele dela parecia mais macio que sei lá o quê. E embora parecesse difícil, ela adaptava-se mesmo bem ao meu tamanho.

Não consegui evitar um pequeno sorriso enquanto ouvia a respiração calma dela e ao mesmo tempo o coração acelerado. Isto só acontecia em dois tipos de situações: ou ela estava aborrecida ou então, e era a mais provável, não lhe tocavam assim há bastante tempo e ela estava a adorar.

Eu queria pensar que era a segunda, eu não era nenhum novato. Sabia o que estava a fazer. Beijei-lhe os lábios levemente, parando para ela se ajustar mais ao meu tamanho e depois procurei a língua dela com a minha, começando a mexer-me outra vez. Assim não ia aguentar muito tempo. Estava a matar-me.
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Dir. Joana Potter W em Qua 06 Jul 2016, 23:56

Não faço a menor ideia de onde é que aquilo começou. Não estou a falar de como é que vim parar a cama dele porque isso sei eu bem de como é que vim aqui parar e neste momento não estava nada arrependida, e começava a acreditar que não ia me arrepender mesmo nada.

Tinha começado por ser uma coisa rápida e só para aliviar qualquer coisa mas de repente já dava por mim a apertar lhe os ombros levemente e ele a mexer se mais devagar. Sentia cada pedaço dele dentro de mim e um arrepiu enorme na espinha. Conseguia respirar calmante e passar as mãos pelas costas dele a sentir cada um daqueles músculos mas o meu coração não estava nada calmo.

Há quanto tempo é que não me tocavam assim? Os lábios dele e os olhos dele estavam a idolatrar o meu corpo e dei por mim a tentar me lembrar da última vez que isso aconteceu. Já foi há muito tempo mesmo. Mas também não queria pensar nisso. Nem estava a pensar na verdade, os beijos dele tiravam me a linha de pensamento toda.

Ele disse que eu era bonita e acabei por sorrir colocando as mãos no cabelo dele. Gostava do cabelo dele. E ele também tinha uns olhos bonitos. Verdes. Era uma cor mais viva do que eu estava habituada.

- Obrigada.

Ouvir aquilo da boca dele fez me sentir irresistível. Não que em certas ocasiões alguém não disseste "senhorita Potter, está esplêndida hoje" mas era diferente. Estava aqui um homem totalmente irresistível em cima de mim a fazer some sentir como uma deusa. Que estava a ter uma das melhores noites da vida dela.

E ele encostou os lábios aos meus e entrou mais fundo parando para eu me habitusr e senti me tremer toda apertado lhe os braços. E depois começamo nos a beijar e Jesus o homem sabia beijar e num segundo voltou a mexer se outra vez e eu gemi contra a boca dele Abraçando o pelo pescoço. Eu não me Ia aguentar muito mais. Mas dá maneira como o estava a sentir acho que ele também e não deixei de fazer um pequeno sorriso voltando a beija lo.





Stay with me
Baby stay with me, tonight dont leave me alone. Walk with me, baby walk with me. To the edge of all we've ever known. I can see you there with the city lights, Fourteenth floor, pale blue eyes. I can breathe you in.
Dir. Joana Potter W
http://www.youtube.com/user/dogasebear?feature=watch
Fundadora | Directora da Escola

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Convidado em Ter 12 Jul 2016, 14:00

Quando ela disse obrigada eu ainda fiquei um bocado a pensar sobre o que era o agradecimento. Era por estar ali na cama com ela? Ou por lhe chamar bonita? Se calhar era pelas duas coisas. Mesmo assim fiz um sorriso. Ela não estava habituada a isso?

- De nada.

Continuei a mexer-me mas rodei na cama e fi-la ficar por cima de mim, sentando-me. Conseguia estar mais perto do peito dela assim e beijar-lhe o pescoço. Além disso sabia bem, ter uma mulher assim pequena em cima. Nada difícil de agarrar. Não me ia aguentar muito mais, mas podia ser que ela quisesse repetir. Talvez na noite a seguir e nas outras todas depois.

- Tudo bem?

Não me controlei de perguntar. Era estranho estar a sentir isto, mas queria saber mesmo se ela estava bem ou se estava a gostar. Nunca me importei muito se as estava a satisfazer, até porque sabia bem que estava. Mas com esta mulher estava a ser diferente. Apesar dos sons que lhe saíam da boca serem de satisfaçam nunca se sabe com as mulheres.

- Posso parar se quiseres.

Não era boa ideia ela dizer para parar porque eu não me ia controlar. O facto de ela não parar de se mover em cima de mim não ajudava. Mas acho que isso queria dizer que não ia parar. Óptimo! Ajudei-a, metendo as mãos nas ancas dela, era fácil rodear-lhe a cintura. O peito já nem por isso. Era grande. Bem grande. Bem bom.
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Dir. Joana Potter W em Ter 12 Jul 2016, 15:12

Se eu pensasse duas vezes no que estava a fazer se calhar entendia que isto não era o melhor. Se ele descubrisse ia arranjar problemas ao Dário e a mim. Principalmente, a mim.

Deus credo desde quando é que eu era assim? O que é que tinha acontecido comigo? Para todos eu continuava a mesma. Eu tinha de parecer forte. Era a diretora. Era uma Potter. Era uma das armas contra o Voldemort. A general desta guerra que nunca mais termina. Mas isso há muito tempo que não era bem assim. Há dois anos que cada pedaço de mim tem sido partido e arruinado. Eu já não sabia o que era ser amada. Os meus filhos amavam-me. Mas ser amada por um homem. Ser vista como necessária e desejada e querida.

Então se calhar foi por isso que lhe agradeci. Ouvir só dizer que eu era bonita fez um pedacinho de mim sentir-se um pouco mais como eu.

Quando dei por mim estava sentada no colo dele a respirar depressa. As minhas mãos passaram para o os ombros dele apertando levemente. Sentia-o todo contra mim e era uma boa sensação. Mas eu já não aguentava muito mais já tinha passado bastante tempo desde que tive sexo que eu gostasse. E ele era ótimo.

Ele perguntou-me se estava tudo bem e isso apanhou-me um pouco de surpresa mas olhei para ele e fiz um meio sorriso acenando.

- Sim, está tudo bem.

Disse-lhe e senti um aperto no coração estranho. A falta de carinho estava a dar as suas evidencias em mim. Coloquei as mãos na cara dele e beijei-o mexendo-me em cima dele quando ele disse que podia parar.

Eu sabia bem que ele não era capaz de parar agora. Muito menos eu. Agora iamos até ao fim. Não consegui deixar de pensar que isto tinha sido bem um porcento do que é que este homem era capaz.

Ele deve ter percebido que eu não queria que ele parasse porque colocou aquelas mãos enormes na minha cintura. Ele parecia um gigante perto de mim. Senti um pico de orgulho de estar a aguentar bem e de estar tão bem conservada.

Puxei-lhe um bocado o cabelo quando ele começou a beijar-me o pescoço e perto do peito e gemi alto.

- Dário..!





Stay with me
Baby stay with me, tonight dont leave me alone. Walk with me, baby walk with me. To the edge of all we've ever known. I can see you there with the city lights, Fourteenth floor, pale blue eyes. I can breathe you in.
Dir. Joana Potter W
http://www.youtube.com/user/dogasebear?feature=watch
Fundadora | Directora da Escola

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Convidado em Qua 13 Jul 2016, 00:01

Ela disse que estava tudo bem e o sorriso que ele me fez deixou-me um bocado abananado. Tao lindo, tão luminoso. Tão feliz. Foi suficiente. Quando gemeu o meu nome e me agarrou com força não aguentei mais. Senti o corpo rígido e os músculos contraírem se enquanto me vinha.

Encostei a testa no peito dela a tremer todo mas ainda a mexer me um bocado. Queria mesmo repetir isto. As minhas maos passearam no corpo dela pediam isso. Não agora. Não está noite, mas na próxima talvez.

- Hummm... Tão bom.

Disse com um sorriso ainda a aperta la e a mexer me um pouco. Não queria que ela se levantasse. Sabia bem estar assim. Mesmo mesmo bem. Dei lhe um beijo no pescoço e uma festinha na cara.

Ela tinha todo aquele ar durao mas pelos vistos... Sabia que isto tinha sido uma coisa do momento que se calhar nem se ia repetir. Que não se devia repetir aliás. Mesmo assim não importava. Tinha sido optimo.
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Dir. Joana Potter W em Qua 13 Jul 2016, 22:23

Não tirei as mãos no cabelo dele mas encostei a cara no pescoço dele a respirar depressa com a mente um bocado enovoada quando o senti.

Ele encostou a cabeça no meu peito e eu comecei a dar-lhe festas no cabelo sem me aperceber, ainda a gemer um bocado porque ele não parava. Jesus, ele não se cansava?

- Muito bom...

Disse a respirar depressa mas com um meio sorriso quando ele me beijou o pescoço. E depois senti a mão dela na minha bochecha a dar-lhe uma festa e não consegui não sorrir.

Isto não tinha sido uma ótima noite de sexo, mas também me tinha deixado um bocado mais... Eu. Sentia-me um pouco mais viva.

Puxei-lhe a cara para perto da minha e beijei-o porque sim. Porque queria. E porque aquilo estava a saber bem.

E eu queria repetir. Sentir-me assim viva mais algumas vezes. Sabia que isso era perigoso. E sabia que não era justo porque eu nem lhe disse que era casada. Mas também não era como se isso importasse. Ele fazia o mesmo. Não havia nada de leal ou de amor no casamento.

As minhas mãos passaram pelo peitoral dele e sorri levemente.

- Então vocês são todos assim ou és só tu?

Brinquei mas mesmo assim não sai de cima dele. Estava bem ali.





Stay with me
Baby stay with me, tonight dont leave me alone. Walk with me, baby walk with me. To the edge of all we've ever known. I can see you there with the city lights, Fourteenth floor, pale blue eyes. I can breathe you in.
Dir. Joana Potter W
http://www.youtube.com/user/dogasebear?feature=watch
Fundadora | Directora da Escola

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Convidado em Sab 16 Jul 2016, 20:55

Não é que eu estivesse com pressa, mas ela parecia que estava a pensar passar ali o resto da noite. Por mim tudo bem, mas duvido que ela quisesse isso, as pessoas iam começar a falar.

- Nem por isso. Como eu nem por isso.

Respondi com um meio sorriso. Não era verdade, eu não era o melhor homem do mundo, com certeza. Mesmo assim não fazia mal nenhum de vez em quando elevar a auto estima. E confesso que quando ela me beijou soube a algo mais. Algo doce e mesmo mesmo bom.

- Então... Precisamos de tratar de negócios agora?

Perguntei obviamente a brincar. Talvez no dia seguinte eu a procurasse.
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Dir. Joana Potter W em Sab 16 Jul 2016, 21:35

A minha vontade de me mexer era reduzida. Mas eu sabia que tinha de ir. Já era estranho demais se fossem bater a porta do meu quarto e eu não estar lá quanto mais se alguem me vir sair do quarto dele.

- Bom saber... - Ri-me mas depois sai de cima dele sentando-me na cama durante um bocado.

Ele perguntou se era preciso tratar de negócios agora e eu fiz um meio sorriso olhando para ele.

- Não acho que está tudo tratado por hoje.

Levantei-me e voltei a vestir o meu robe. Aptecia-me ficar ali por alguma razão. Sei lá, sentia-me bem ali.
Mas isto tinha sido coisa de uma vez. Não o devia de fazer.





Stay with me
Baby stay with me, tonight dont leave me alone. Walk with me, baby walk with me. To the edge of all we've ever known. I can see you there with the city lights, Fourteenth floor, pale blue eyes. I can breathe you in.
Dir. Joana Potter W
http://www.youtube.com/user/dogasebear?feature=watch
Fundadora | Directora da Escola

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Convidado em Seg 18 Jul 2016, 00:57

Era estranho sentir que não queria que ela se fosse embora. Queria que ela ficasse mais um bocado. Mas também era demasiado mau perguntar-lhe se podíamos repetir no dia seguinte. Se calhar isto nem devia ter acontecido desta vez. Estava com esse pressentimento, mas não sabia porquê.

- Bem... Então até amanhã, senhora directora.

Respondi-lhe com um sorriso enquanto a via vestir o robe. Que bela vista. Tinha mesmo um corpo bonito, que mulher esta. Além disso era fogosa, tinha de admitir isso.

- Durma bem.

Ainda disse em tom de brincadeira. Eu de certeza que ia dormir que nem um anjo, depois de uma sessão destas. Não me importava de repetir todas as noites, se fosse para dormir bem.
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Dir. Joana Potter W em Ter 19 Jul 2016, 20:29

Estava a pensar em como tinha me sentido bem. Sentido bem comigo e estar em paz durante um bocado. Já não me sentia assim bem comigo há muito tempo. Quem diria que uma das mais poderosas bruxas de sempre haveria de ser tão fraca. Mas eu já não era assim tão poderosa. Eu estava velha, mesmo que os bruxos vivam por mais de cem anos se tiverem sorte. Eu estava fraca e velha e cansada. E era por isso que eu não conseguia fazer nada sobre o scorpius.

- Então até amanhã, comandante William.

Respondi lhe com um sorriso depois de atar o meu robe mas aproximei me dele e beijei lhe os lábios. Só para sentir alguma coisa.

- Bons sonhos.

Disse com um meio sorriso e apontei a varinha a porta destrancado a e olhei para o corredor para ter a certeza que ninguém estava ali e depois olhei para trás e pisquei lhe o olho indo para o meu quarto.

Quando lá cheguei sentei me na cama a olhar para a parede. Isto não podia acontecer mais. Não podia. Se o Scorpius descobrisse...

Como eu disse. Eu estava fraca.





Stay with me
Baby stay with me, tonight dont leave me alone. Walk with me, baby walk with me. To the edge of all we've ever known. I can see you there with the city lights, Fourteenth floor, pale blue eyes. I can breathe you in.
Dir. Joana Potter W
http://www.youtube.com/user/dogasebear?feature=watch
Fundadora | Directora da Escola

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Convidado em Ter 19 Jul 2016, 23:41

Enquanto a via apertar o robe pensei que ela ficava muito melhor sem ele. Se bem que ele lhe assentava nas curvas que nem uma luva.

- Até amanhã, senhora directora.

Sorri ainda mais a olha-la enquanto esperava que ela saísse. Não tinha a certeza se aquilo era um género de convite para a próxima noite, mas esperava que sim.

- Durma bem.

Dei-lhe um beijo nos lábios antes de ela sair. Normalmente não fazia isso, mas desta vez era diferente. Sentia algo a fazer issto. Quando ela saiu voltei a deitar-me com as mãos atrás da cabeça. Que mulherão. Não lhe tinha visto aliança no dedo então podia ser que tivesse mais umas doses.
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Dir. Joana Potter W em Qua 20 Jul 2016, 23:21

Eu tinha ficado bastante cansada depois daquele... Encontro. Mas quando me deitei na cama não conseguia dormir por nada. Por parte porque ainda sentia as mãos dele no meu corpo e por outro o receio de o scorpius ou alguém saber o que tinha acontecido era enorme.

No olhar de todos eu era casada. O Scorpius continuava o filho de uma puta de um possessivo e obsessivo. Se ele viesse a descobrir nem queria imaginar no que podia acontecer.

Deus... Desde quando eu tenho medo de alguém? Desde quando é que eu, Joana Clarisse Black Potter tinha medo de alguém e deixava me ser rebaixada?

O que é que tinha acontecido comigo?

Mas também desde quando é que ele era assim? Desde quando é que ele era um homem horrível? Ele sempre tinha sido um doce... Um ótimo pai e um marido carinhoso. Mas já não. O Mason e a Alexandra já não o conheceram assim mesmo que continuem a idolatrar lo... Há anos que nos tínhamos afastado só porque já não havia sentimento. Mas havia respeito. E deixou de o haver. E eu também não conseguia fazer nada para o expulsar. Não era assim que os casamentos mágicos funcionavam. As duas partes tinham que apagar o laço.

Não consegui dormir a noite toda. Quando o sol nasceu levantei me dá cama e fui tomar um banho vestindo o meu manto e dirigi me para o meu escritório. Estava curiosa para saber como ia encarar o comandante William. Já que apesar dos meus nervos restantes da noite também não conseguia deixar de pensar no quanto aquilo foi bom e no quanto eu não me importava de voltar a sentir assim.





Stay with me
Baby stay with me, tonight dont leave me alone. Walk with me, baby walk with me. To the edge of all we've ever known. I can see you there with the city lights, Fourteenth floor, pale blue eyes. I can breathe you in.
Dir. Joana Potter W
http://www.youtube.com/user/dogasebear?feature=watch
Fundadora | Directora da Escola

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Convidado em Sex 22 Jul 2016, 15:11

Ainda conseguia sentir o cheiro doce dela no ar e na minha cama. Cheirava bem. Tudo nela. Engraçado, nunca tinha reparado nisso em mulheres.

- Nada mau para primeiro dia.

Comentei para comigo a olhar o tecto e não consegui evitar um sorriso. Talvez tivesse a mesma sorte no próximo dia. Ela pareceu bastante disponível. Obviamente ia dormir que nem um bebé esta noite, e precisava mesmo de descansar, mas dei por mim ansioso pelo próximo dia, para poder vê-la.

Quem diria que a estadia nesta escola ia ser tão interessante. E eu a achar que ia apanhar uma valente seca. Vamos ver. Pode até ser fantasia na minha cabeça, mas acho que não fica por aqui.
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quarto de Joana Potter William.

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum