Mais da Administração
Foruns de Ajuda
Parceiros
Créditos
• Tablilla hecha por Hardrock de Savage Themes.
• Design criado por Joana Duarte. • Agradecimentos: Devianart; Savage Themes; Pottermore;

Sala Do Zelador

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sala Do Zelador

Mensagem por Escola de Magia PT em Ter 06 Set 2011, 13:52

Relembrando a primeira mensagem :




Sala do Zelador


Uma sala que mete muito medo aos alunos do primeiro ano. Pequena,
escura e suja são três palavras com que se pode descrever na perfeição
esta sala.

 











Escola de Magia PT
http://escolademagiapt.portugueseforum.net
Administrador da EMPT

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Sala Do Zelador

Mensagem por Zayra Tatiana Amaral em Dom 28 Abr 2013, 20:33




A Devoradora

♔ You knew I were trouble...




Sucesso! Tinha feito efeito. Ele agora me parecia muito mais atrativo que antes. Chego mais perto com uma mão a tocar as correntes e a outra a começar a tocar as "coisas" dele. Comecei a falar provocante ao ouvido dele.

-Achas que merece amor?

Eu estava decidida a o soltar para ter o homem da Potter só pra mim e me divertir com ele.


...So shame on you now

Esse é meu post de número {12}. O tempo está {chuvoso e é lua cheia}, e estou usando {vestido longo com espartilho}, estou falando com {Dário William}. Estou postando {sala do zelador}. E agradeço a Lari ❥ por esse template.
Zayra Tatiana Amaral
Fantasma

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala Do Zelador

Mensagem por Convidado em Dom 28 Abr 2013, 20:46

USArmy Proud;

I feel like I just seen the sun for the first time
You make my life bright cause you shine
It's me and you baby, it's our time
I'm living my dream, girl cause you mine


Tinha de aguentar mais um pouco. Paciência, era o que eu ia ter. Mais uns minutos e esta mulher ia perceber com quem se meteu.

- Claro que acho.

Sentia-a tocar-me e tentei não me retrair, isso seria suspeito. Deixei-me sossegado e tentei imaginar que era a Joana a acariciar-me. Sabia que eu era maior do que a maioria dos muggles, como militar o meu corpo tinha desenvolvido uma musculatura diferente.

- Consigo sentir-te excitada daqui. Que tal se me soltasses? Deixa-me mostrar-te como se brinca.

Provoquei num tom baixo e malicioso a olha-la. Ela estava bastante perto, podia beija-la se o quisesse fazer, mas não queria.

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala Do Zelador

Mensagem por Zayra Tatiana Amaral em Dom 28 Abr 2013, 20:58




A Devoradora

♔ You knew I were trouble...




Mordi o lábio inferior animada e passei com as mãos pelo corpo ferido dele. Mesmo retalhado continuava sexy. Pensei um pouco sobre soltar ele. Porquê não? Ele estava sob efeito da poção e o máximo que me faria era me foder naquele momento. Peguei as chaves que estavam por trás de um tijolo solto na parede e abri as trancas das correntes uma por uma e o beijei na boca.


...So shame on you now

Esse é meu post de número {12}. O tempo está {chuvoso e é lua cheia}, e estou usando {vestido longo com espartilho}, estou falando com {Dário William}. Estou postando {sala do zelador}. E agradeço a Lari ❥ por esse template.
Zayra Tatiana Amaral
Fantasma

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala Do Zelador

Mensagem por Convidado em Seg 29 Abr 2013, 20:21

USArmy Proud;

I feel like I just seen the sun for the first time
You make my life bright cause you shine
It's me and you baby, it's our time
I'm living my dream, girl cause you mine


Só mais um pouco. Tinha de aguentar a raiva só por mais uns segundos, ela ia soltar-me.

- Anda, solta-me e eu dou-te o que queres.

Disse-lhe com voz sedutora, com a cara quase encostada na dela. Ela estava a hesitar um pouco mas como eu comecei a mover o corpo na direcção dela ela deixou-se levar. Começou a soltar-me. Óptimo. Odiava sentir aqueles lábios cheios de veneno nos meus, mas apenas tinha de esperar mais um pouco e podia mata-la com as minhas próprias mãos.

- Isso. Vês, que linda?

Quando ela soltou a última corrente tentou agarrar-me para me beijar. Agarrei-lhe nos pulsos e ela nem fez força, provavelmente pensou que eu ia encosta-la à parede e fode-la ali, naquele momento. Era o que eu faria, se fosse a Joana.

- Ainda queres brincar, cabra?

Semicerrei os olhos enquanto a agarrava com força pelos pulsos e arrastei-a até à parede mais próxima onde estavam algumas armas. Podia mata-la com as minhas próprias mãos mas isso iria ser tortura e eu não era tão sádico a esse ponto. Queria apenas terminar com a vida desta mulher endiabrada. E era o que eu ia fazer.

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala Do Zelador

Mensagem por Zayra Tatiana Amaral em Seg 29 Abr 2013, 20:36




A Devoradora

♔ You knew I were trouble...




- QUÊ??? WHAT THE FUCK??? MUGGLE MALDITOOOO!!!

Como? Me arrependi de ter soltado as correntes.. Eu deveria ter injetado a poção na veia dele. Pelo menos assim ele não teria chance contra mim. Senti meu pulso ser apertado por aquele homem nu que agora perdeu todo o encanto. Tentei soltar-me, mas não consegui. O ponto fraco de qualquer homem... O ponto fraco de qualquer homem... O encarei por instantes e dei uma joelhada em seus "países baixos". Nunca mais ele teria filhos... Evil or Very Mad

Ele me soltou e se contorceu a me chamar de cabra. Não pensei duas vezes e peguei minha varinha, eu naquele momento tinha que sair dali.

- Crucio!!!

Fechei a porta e saí correndo de varinha na mão, mas não a tranquei. Meti-me a correr pelos corredores da escola.


...So shame on you now

Esse é meu post de número {13}. O tempo está {chuvoso e é lua cheia}, e estou usando {vestido longo com espartilho}, estou falando com {Dário William}. Estou postando {sala do zelador}. E agradeço a Lari ❥ por esse template.
Zayra Tatiana Amaral
Fantasma

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala Do Zelador

Mensagem por Lord das Trevas em Qua 01 Maio 2013, 15:53



Lord Voldemort


Tinha dito àquela inútil da Zayra para prender o muggle e deixa-lo lá até eu chegar. Depois do que andava a acontecer pela Escola, precisava de ir lá rápido e atrair a Potter sem grande esforço. E o que era melhor que isso se não usar o amante dela?

- Onde vais tão depressa, muggle?

Ele ainda estava caído no chão visivelmente magoado, mas via-se que estava a tentar erguer-se e sair.

- Mobilicorpus.

Fi-lo erguer-se e, mais uma vez, prender-se na parede. Só queria perceber o que é que a Potter via neste muggle.

- Crucio!

Disse e vi-o contorcer-se de dores.

- Vamos trazer a tua linda mulher até mim, vamos?

Seria muito fácil. Bastava-me entrar na mente dele, e a Potter viria até mim. Ele não era feiticeiro, seria fácil fazê-lo. Se ele resistisse, simplesmente morria.





Lord das Trevas
Fantasma

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala Do Zelador

Mensagem por Convidado em Qua 01 Maio 2013, 16:09

USArmy Proud;

I feel like I just seen the sun for the first time
You make my life bright cause you shine
It's me and you baby, it's our time
I'm living my dream, girl cause you mine


Depois daquela cabra me ter deixado ali no chão só conseguia pensar em ir atrás dela e mata-la. Sentia o meu corpo queimar-se e como se me estivessem a espetar mil facas ao mesmo tempo. E depois, tão depressa como apareceu, a dor desaparceu. Enquanto me tentava levantar ele apareceu. O terror daquela quantidade enorme de pessoas estava ali, à minha frente e eu senti medo, muito medo, pela primeira vez na minha vida senti-me todo gelar por dentro. Tão rápido como tinha caído senti-me de novo preso na parede. Depois ele falou na Joana e eu senti pânico.

- Ela é mais forte que isso, não vem.

Não acreditava no que estava a~dizer, mas tinha esperança de que ela percebesse de que era uma armadilha. Ele estava a obrigar-me a pensar coisas que eu não queria, que não sentia.

"Joana? Na Sala do Zelador. Ajuda-me, amor. Prenderam-me aqui. Ajuda-me!"

- NÃO! ELA NÃO VEM!

Depois ele disse outro feitiço que me fez gritar ao sentir os pulmões quase rebentarem. Ela não podia vir, simplesmente não podia!

"Na Sala do Zelador. Amor... Ajuda-me!"

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala Do Zelador

Mensagem por Dir. Joana Potter W em Qua 01 Maio 2013, 16:48



"Hell beneath our feets"
"Hello, old friend, and here we are. You and me, on the last page. After all this pain, after all we've been trought. Maybe we're the same? Maybe I will end up like you. Alone, in the dark."


- Spiculums Ardens!
Gritei com a varinha apontada contra um devorador que estava atrás de um monte de pedras derrubado.
Eu estava a suar, tinha as mãos demasiado quente, a minha cabeça parecia um tambor, o meu braço doia de um feitiço de corte mal direccionado e conseguia sentir o meu lado direito a arder. Devia ter levado com algo na cara.
Eu já nem sabia quantos feitiços é que já tinham vindo na minha direção, eu era um alvo a matar.
Sentia-se um cheiro de morte e sangue no ar que fazia o meu nariz contrair-se. Mas eu não podia pensar nisso, tinha que me concentrar no que se passava a meu redor e tentar descobrir onde é que o Riddle se meteu.
Mas o que ouvi na minha cabeça deixou-me toda arrepiada e com as pernas a tremerem.
Era a voz do Dário. Era a voz do meu Dário. Na minha cabeça. A pedir ajuda.
Nem pensei por um segundo, comecei a correr para as masmorras. Metade de mim queria acreditar que era verdade, que ele estava lá, outra metade dizia para eu parar que era uma armadilha. O que eu estava a fazer era contra tudo o que me ensinaram. Ou não. Sempre disseram que o amor era a arma mais forte. Se isto fosse uma armadilha, esperava que isso fosse real.
- Alohomora...
Disse baixo com a varinha apontada á fechadura, e ela abriu-se. O meu coração batia rapido e eu tentava manter a respiração controlada. Pelo sim pelo não, não podia fazer barulho.
- Dário...
Foi a única coisa que conseguiu me sair da boca. Ele estava a minha frente, preso á parede. Ferido de cima a baixo e sem nenhuma roupa.
A morte dele foi um engano. Para me levar a baixo.
- Oh meu deus, Dário!
Coloquei a varinha no bolso das calças e peguei na cara dele com as mãos, o meu coração acelerado e os meus olhos molhados. Ele estava vivo. Ele estava vivo!
Credits to Rapture





Stay with me
Baby stay with me, tonight dont leave me alone. Walk with me, baby walk with me. To the edge of all we've ever known. I can see you there with the city lights, Fourteenth floor, pale blue eyes. I can breathe you in.
Dir. Joana Potter W
http://www.youtube.com/user/dogasebear?feature=watch
Fundadora | Directora da Escola

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala Do Zelador

Mensagem por Convidado em Qua 01 Maio 2013, 16:55

USArmy Proud;

I feel like I just seen the sun for the first time
You make my life bright cause you shine
It's me and you baby, it's our time
I'm living my dream, girl cause you mine


Quando ouvi a voz da Joana senti o meu sangue congelar.

- Joana... Não... Tens de sair daqui!

Estava aliviado por vê-la viva, estava magoada, mas ainda assim viva. Mas o meu corpo estava todo a tremer. Não com frio, mas com medo do que lhe ia acontecer agora. Ia ser o nosso fim. Dos dois.

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala Do Zelador

Mensagem por Lord das Trevas em Qua 01 Maio 2013, 17:03



Lord Voldemort


- Muito bem, Potter. Linda menina. Expelliarmus!

Usei um feitiço simples apenas para a desarmar, ela assim não seria perigosa. Além disso ela estava demasiado fraca. Agora que olhava para ela ficava a pensar no quão idiota era ter uma mulher a tentar atacar-me. Hoje isso acabava. Hoje seria o fim da Potter e desta revolta tão falsamente preprada.

- Não entendo porque é que o Mundo se revolta tanto contra o meu poder, para serem governados por pessoas fracas como tu.

Apontei-lhe a varinha, ainda entediado.

- CRUCIO!

Enquanto a via contorcer-se de dores ri. Ri alto, do quanto toda esta cena estava a ser ridícula. O muggle dela estava quase louco ao vê-la ali assim. Mas Lord Voldemort é paciente, em breve acabaria com o sofrimento dos dois.




Lord das Trevas
Fantasma

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala Do Zelador

Mensagem por Dir. Joana Potter W em Qua 01 Maio 2013, 17:15

"Hell beneath our feets"
"Hello, old friend, and here we are. You and me, on the last page. After all this pain, after all we've been trought. Maybe we're the same? Maybe I will end up like you. Alone, in the dark."


Não entendi bem o que ele disse, a voz dele estava um pouco estranha.
- Calma! Eu v...
E ouvi aquela voz. Aquela voz fria. A voz que mesmo que eu tentasse, não conseguia não me deixar arrepiada.
Rapidamente vi-me sem varinha. Á merce daquele monstro. Eu estava muito fraca, não podia usar os outros poderes.
- Riddle...
Virei-me para ele, de costas para o Dário. Conseguia ouvir o som do meu coração a bater, o sangue a passar pelos meus ouvidos. Eu pensava em todas as alternativas mas eu sabia que não tinha muitas. E nenhuma era boa. Era morrer sem dar luta ou era morrer a lutar. E eu sabia qual ia escolher.
Quando ia abrir a boca para dizer um comentário, ele apontou-me a varinha e eu cai no chão a contorcer-me.
Ainda gritei durante uns 10 segundos, depois fechei os punhos e mordi o labio tentando não lhe dar prazer com aquilo.
Eu já o tinha morto e derrotado outras vezes. Mesmo sabendo que ia morrer com todas as certezas, eu não lhe ia deixar gozar isso.
Credits to Rapture





Stay with me
Baby stay with me, tonight dont leave me alone. Walk with me, baby walk with me. To the edge of all we've ever known. I can see you there with the city lights, Fourteenth floor, pale blue eyes. I can breathe you in.
Dir. Joana Potter W
http://www.youtube.com/user/dogasebear?feature=watch
Fundadora | Directora da Escola

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala Do Zelador

Mensagem por Convidado em Qui 02 Maio 2013, 11:07

USArmy Proud;

I feel like I just seen the sun for the first time
You make my life bright cause you shine
It's me and you baby, it's our time
I'm living my dream, girl cause you mine


Estar naquela sala estava a tornar-se cada vez mais insuportável, era difícil estar ali preso, saber que ia morrer a qualquer altura e não conseguir fazer nada.

- JOANA! NÃO!

Gritei em pânico, ao ver o amor da minha vida ser torturado. Estava a custar-me cada vez mais. Eu sabia que ela forte, provavelmente uma das mulheres mais fortes, corajosas e teimosas do Mundo inteiro (também era por isso que me tinha casado com ela, mas isso era outra história). Aquela espécie de homem que ali estava estava a tortura-la até ela enlouquecer. Se eu estava feliz por ela ter percebido que eu estava vivo agora estava com medo e desejava que ela nunca tivesse vindo aqui. Depois senti outro feitiço atacar-me, e ficou tudo preto.

Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala Do Zelador

Mensagem por Lord das Trevas em Qui 02 Maio 2013, 11:13



Lord Voldemort


- Calado, muggle imundo!

Já começava a ficar farto dele. Mas talvez ainda me viesse a ser útil para alguma coisa contra a Potter. Sim, no fim. No fim eu iria mata-lo juntamente com ela. Isso deixava-me outra questão.

- Olha para ti Potter. Não és corajosa? Não és... A salvadora da Pátria e da tua adorada escola? Levanta-te, Potter! Não? CRUCIO!

Disse apontando-lhe a minha fiel varinha. Vê-la contorcer-se dava-me um prazer enorme, um prazer apenas igualável quando fosse mata-la de vez. Aproximei-me dela e fi-la levantar-se.

- Não quero que morras aqui, Potter Quero que toda a gente te veja cair. Todos os teus alunos sangues de lama vão ver o quão frágil tu és às minhas mãos.

Falava baixo, numa voz sibilante, numa língua que apenas eu e ela ali percebíamos. Sabia que ela me estava a ouvir, sabia que ela estava com medo, conseguia cheira-lo.

- Vamos. Está na hora.

O meu sorriso triunfante era por muitos visto como louco. Mas quando eu tornasse o mundo mágico o mais poderoso de todos, sem imundos, eles iriam adorar-me.

- Mobilocorpus.

Trazendo tanto aquele muggle como a Potter, dirigime-me ao Pátio principal onde queria que todos vissem quem estava no controlo e quem iria comandar.





Lord das Trevas
Fantasma

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sala Do Zelador

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum