Mais da Administração
Foruns de Ajuda
Parceiros
Créditos
• Tablilla hecha por Hardrock de Savage Themes.
• Design criado por Joana Duarte. • Agradecimentos: Devianart; Savage Themes; Pottermore;

Corredor

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Corredor

Mensagem por Escola de Magia PT em Ter 06 Set 2011, 16:17

Relembrando a primeira mensagem :




Corredor


Devido a um cano roto, que nunca poderá ser consertado devido a um feitiço mal elaborado, este corredor sempre está molhado.
Levando a alguns alunos distraídos caírem, e acabarem por ir parar a enfermaria com um braço ou perna partidos.














Escola de Magia PT
avatar
http://escolademagiapt.portugueseforum.net
Administrador da EMPT

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Corredor

Mensagem por Natacha Wolf em Sab 22 Jun 2013, 18:28

Amar-te foi facil, esquecer-te é dificil : PAI
Quando aparatei e vi que fora no 2ºandar, senti-me uma idiota. "A serio? Porque raio me lembrei disto?"Mas então olhei melhor. Era um corredor abandonado e sozinho. "Ah, agora já faz sentido". Sem que pudesse adivinhar, Mike encostou-me á parede e beijou-me. Retribui o beijo, espantada pela rapidez. "Afinal não é tão tonto como pensava". Coloquei uma mão junta á sua face, e com a outra, perto das costas, apertei-o para mais perto de mim. Queria te-lo junto a mim. Mas havia algo a impedir de estarmos tão próximos. "Oh filha" Viktória já causava estragos e ainda não nasceu. A barriga era algo que não incomodava muito, mas era estranho. Aos 6 meses já se notava. "Ai estas crianças..." 





Got my bad baby by my heavenly side
I know if I go, I'll die happy tonight

Natacha Wolf
avatar
Ministro da Magia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Tatiana Fabri em Qua 25 Jun 2014, 20:56

Lá lá


Caminhei apressada pelos corredores do castelo, estava na hora de jantar e claro que eu estava atrasada. Pontualidade raramente era comigo exceto para as aulas.
Quando cheguei ao 2º andar e entrei num corredor inundado de água percebi logo onde estava, no fatídico corredor onde na semana passada um colega dos Ravenclaw partiu um braço porque escorregou. Eu agarrei-me á parede e caminhei com cuidado até ao fim do corredor, quando o alcancei suspirei e pus-me a caminho do refeitório.

LINKS



credits to @AvaEditions





Tatiana Fabri

"1ºano" "Gryffindor Pride"

credits to @AvaEditions
Tatiana Fabri
avatar
1º Ano - Gryffindor

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Convidado em Qui 29 Set 2016, 22:53

Se não me despachasse ia chegar completamente atrasada à minha aula. Não que tivesse vontade de ir, mas mesmo assim. Tinha que acabar esta porcaria toda e poder sair daqui.

Talvez eu gostasse de ficar na escola. Talvez me sentisse segura aqui. Talvez se me deixassem ficar aqui o meu passado deixasse de ser uma valente merda. E desde que aquele monstrinho loiro tinha aparecido no castelo que tudo era ainda pior. A sério. Via-o em todo o lado, era impressionante!

- Quer merda.

Resmunguei sozinha, ao lembrar-me do pequeno show dele ao pequeno-almoço. Ridículo, era tão exibicionista como o pai dele e provavelmente tão estúpido como a mãe.

Então porque é que eu continuava a pensar na cara dele? Era estúpido, eu não queria vê-lo nem pintado de ouro! Dos Malfoy eu queria era distância.

Mas eu já o tinha visto a ajudar um rapaz mais novo que se tinha magoad. Foi atencioso e, admito, muito querido da parte dele. Qualquer outra pessoa não tinha ligado mais do que leva-lo à enfermaria. Mas ele não só ajudou o rapaz com a ferida como ainda ficou a falar com ele.

Como é que eu sei isto? Porque estava neste momento feita estúpida a presenciar essa cena do inferno em vez de me pôr na alheta e parar de olhar para aquela criatura loira do demónio que apareceu para me foder a vida!
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Benjamin Redbird Malfoy em Sab 01 Out 2016, 22:08

- Ainda te doi muito o braço?

Estava sentado no chão ao lado de um rapazinho do primeiro ano. Ele tinha escorregado na agua vinda do banheiro e magoado o braço. E coitado do miudo estava ali a tentar fazer-se de forte e não chorar mas aquilo devia de lhe doer bastante.

- Sabes não faz mal chorar, amigo. É normal se chorar quando se tem dores. - Sorri-lhe mas já tinha pegado na varinha para lhe limpar os arranhhões. - Isto vai doer um bocadinho, ok?

Ele acenou já meio a chorar e eu disse baixo o encantamento limpando lhe a ferida, e depois colocando-lhe ligaduras para ele depois chegar a enfermaria.

Eu sempre fui bom com magia de cura. Eu queria ser medibruxo por alguma razão.

- Melhor?

Ele acenou e sorriu para mim mas eu sabia que ele ainda estava com dores. Ajudei-o a levantar-se e deixei ele ir com os amigos.

Quando me virei para ir para fora do corredor estava lá bem no meio parado a criatura mais linda e perfeita que deus fez. Raquel Telles.

E ela estava já a olhar-me como se me quissese bater. Ou me saltar em cima.
Eu ainda não fazia ideia qual das duas. Mesmo que eu perfectness, e muito, a segunda.




Benjamin Redbird Malfoy
avatar
Novato

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Convidado em Qua 05 Out 2016, 11:29

A sério, mas aquela criatura do inferno tinha algum defeito? Sem ser ser filho de quem era? Ele continuava a cuidar bem do miúdo e isso fez-me morder o lábio a olhar para ele. Um dia ia ser um bom pai, de certeza. Mas que porra? Porque é que eu estava a pensar isto?

- Melhor?

Ouvi-o perguntar e sabia que isso era a minha deixa para sair dali, antes que ele me visse e eu parecesse uma idiota ali especada. Mas não conseguia parar de olhar. Ele era tão... Tão lindo. Tão querido. Não! Não, isto não ia acontecer outra vez.

E depois ele viu-me. Bem, agora já ali estava, o melhor era continuar a seguir o meu caminho. Quando a criança se levantou passou por mim a correr com um sorriso. Segui-a com o olhar e depois voltei-me para ele. Tinha de ir por ali para a minha aula.

- Desde quando és enfermeiro? Gostas de te exibir em todos os campos?

"Bom dia". "Tudo bem?" "Queres ajuda?". Mas não. Eu tinha de atacar logo. Passei por ele no corredor. Tentava ignorar a espécie de íman que me puxava para ele. Porquê? Porquê eu? Eu não queria isto. Este monstrinho loiro ia dar cabo de mim.
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Benjamin Redbird Malfoy em Dom 09 Out 2016, 21:04

Levantei-me quando ela me dirigiu a palavra. Eu nem ainda tinha aberto a boca para ela e já estava ela a atacar com todas as garras. Eu não sei mas isso só me fazia querer a irritar mais porque pelo menos assim ainda obtinha alguma coisa dela. Além disso, eu conseguia ver que ela queria me saltar em cima da boa maneira quando ela estava assim.

- Por enquanto ainda não sou. Mas espera por isso. - Fiz um meio sorriso e quando ela passou por mim eu agarrei-lhe no braço. - Bom dia também para si, senhorita.

Eu não me conseguia calar ao pé dela. Eu tinha quase a certeza que ela sentia alguma coisa por mim, nem que fosse só atração. Mas se ela só me odiasse por causa dos meus pais então ela nunca, mas nunca, iria ter se posto comigo e mandado este tipo de bocas. Ela provocava por alguma razão.

E um dia eu ia deixar de ser um bom rapaz e quem ia usar boca era eu.
E depois ela ainda ia me bater se calhar mas não há felicidade sem dor. E eu também não me importava. Queria tanto experimentar beija-la. Não conseguia parar de pensar nisso. Desde da primeira vez que a vi. Pelo menos desde da primeira vez que a vi onde não era um criança. Se os meus pais soubessem eles mandavam-me embora da escola em um tempo.

- É boa educação dizer bom dia! - Falei com um sorriso a olhar para ela. - Boa educação fica bem a uma cara tão linda como a tua.




Benjamin Redbird Malfoy
avatar
Novato

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Convidado em Ter 11 Out 2016, 14:16

Fiquei surpresa quando ele deu a entender que iria ser um dia.

- Ah vais? Que bom para ti.

E quando ele me agarrou no braço senti que estava presa. Não no sentido de presa numa cela, mas sim presa no sentido de não querer de maneira nenhuma que ele largasse. Não conseguia negar que me sentia atraída por ele, mesmo que não quisesse. E não queria mesmo. Ele era o último rapaz com quem eu me queria meter.

- Bom dia também para ti. Pronto. Feliz?

Revirei os olhos, mas depois olhei-o. Que olhos tão lindos. E o sorriso. Fez o meu coração acelerar um bocado.

- Larga-me o braço, miúdo.

Semicerrei os olhos, mas sentia que não estava a ser nada ameaçadora. Pelo contrário, sentia-me eu ameaçada. E não estava a gostar disso. Nem um bocadinho. Oh Deus. Ele tinha de parar de me aparecer à frente. Ia perder o juízo assim. Quase levantei a mão para lhe tocar no cabelo, mas tinha de me controlar. Mas que porra?! Eu não queria fazer isso.

- Ouviste? Também é boa educação.
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Benjamin Redbird Malfoy em Dom 16 Out 2016, 17:21

- Um pouco mais contente, isso sim.

Eu continuava a sorrir e a agarrar-lhe no braço. Sem a magoar é claro eu não era nenhum idiota.

- Sabes o que me deixava mais feliz? - Fiz um meio sorriso e aproximei a minha cara dela. - Ver se esses lábios são tão macios como parecem.

Eu estava a espera que ela me fosse bater ou algo assim. Mas eu não era capaz de resistir. Ela era tão linda. E ela também provocava-me e isso não ajudava com nada.
Eu tinha a certeza que se eu não fosse filhos dos meus pais ela já me tinha beijado.

Quando ela me mandou largar-lhe o braço eu fiquei a olhar para ela curioso. Estava de olhos semicerrados a olhar para mim e a fingir que estava a ser ameaçadora. Mas não estava nada. Até parecia que não queria que eu a soltasse. Fiz um meio sorriso a olhar para ela.

- Esqueceste-te da palavra mágica, linda.

As coisas saiam da minha boca sem que eu fosse capaz de me controlar. Quando eu dava por mim já estavam a sair e ela ficava mais irritada comigo e isso só me deixava mais contente porque pelo menos tinha dela alguma reação que não fosse olhares matadores. Mesmo que agora mesmo ela o estivesse a fazer.




Benjamin Redbird Malfoy
avatar
Novato

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Convidado em Seg 17 Out 2016, 17:48

Já me tinham dito frases deste género. Já me tinham dito todo o tipo de coisas pirosas que se possa pensar. Já me tinham tentado engatar de todas as maneiras. E porque é que esta frase vinda dele me estava a deixar assim feita estúpida.

- O quê?

Foi a única coisa que consegui perguntar. Devia ter feito um sorriso irónico, mandado uma dica ríspida, largar-me dele e depois ir embora. Mas não. Eu queria beija-lo. Queria também sentir os lábios dele. Uau. Isto estava a correr bem.

- Qual palavra mágica?

A minha voz já não passava de um murmúrio e eu não me estava a sentir parva nem nada. Sentia-me simplesmente adormecida, como se não sentisse sequer o braço dele a agarrar-me. Queria que ele me puxasse mais para mais perto e ia poder beija-lo.

Não! Ia acabar com esta estupidez e este estado de dormência, que não me deixava pensar com clareza.

- Está quieto. Mas estás a passar-te da cabeça?

Tive de ser rápida no que dizia. Estava a ser difícil até para mim ser coerente! Isto tinha de parar.
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Benjamin Redbird Malfoy em Dom 23 Out 2016, 22:05

Pareceu que ela tinha ficado um bocado perdida com o que eu disse. E isso fez-me abrir um sorriso enorme. Com que então eu sempre a fazia sentir alguma coisa!

Ela estava a olhar para mim meio perdida. E não dizia nada com nada. Parecia mesmo hipenotizada e isso deixava-me mesmo mas mesmo contente.
A voz dela estava tão baixa e eu não conseguia deixar de sorrir. Puxeia um bocado mais para mim um bocado espantado por ela não reclamar.

Pelo menos isto era uma reação diferente da normal. Será que ela estava a começar a se interessar por mim?

- Tu sabes a palavra mágica...

Os meus lábios já estavam muito perto dos dela e tudo o que eu queria fazer era beija-la. Desde do momento em que a vi. Ela era tão linda. E dava cabo da minha cabeça.

- Não estou a fazer nada que tu não queiras. Aposto que se te largasse agora não te aguentavas das pernas.

E dei-lhe um beijo no canto dos labios com um sorriso divertido. Gostava disto. Eu gostava disto tudo dela. Gostava de andar a provoca-la. E mesmo que as vezes doesse a forma como ela me mandava para trás isso só me fazia quere-la ainda mais e querer que ela tomasse mais atenção a mim. E ela era tão linda. E tão inteligente! Sabia que ela tinha as melhores notas nas aulas dela. Ela era mesmo fantastica.




Benjamin Redbird Malfoy
avatar
Novato

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Convidado em Sex 28 Out 2016, 12:48

Engoli em seco e sentia o meu coração a bater descompassadamente. Mas o que é que se estava a passar?

- Qual palavra mágica?

Eu não fazia ideia do que é que ele estava a falar mas também não estava a conseguir pensar como deve ser em nada. Estava a dar cabo de mim. Este miúdo do demónio estava a dar cabo de mim. E quando ele me beijou o canto da boca senti-me toda a tremer. Não queria dar parte fraca, mas ele tinha definitivamente algum efeito em mim.

- Queres tentar?

Quando ele disse que eu não me ia aguentar quis bater-lhe por se achar assim tão bom. Mas acho que ele tinha razão. Malfoy do inferno! Porque é que eles não me deixam em paz? O que é que eu fiz para merecer isto? Só queria sair dali e seguir o meu caminho.

Mas não. Tive de parar para observa-lo. Para admira-lo. E agora que ele me estava a agarrar eu estava a queixar-me? Claro que sim, eu não queria isso!
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Benjamin Redbird Malfoy em Seg 07 Nov 2016, 00:07

Quando eu lhe beijei o canto da boca senti-a tremer um bocado. E sim poderia ter sido de raiva. Porque ela estava vermelha o sufeciente para isso, mas a olhar para ela eu sabia bem que não era nada disso. Eu estava a deixala toda afetada por mim. Não consegui não sorrir com essa ideia. Gostava de ssaber que afinal de contas eu era capaz de fazer com que ela ficasse assim alterada. Agora era só avançar.

E tentar não sair capado disto.

- Largar-te? Nunca.

Disse com um meio sorriso. Se calhar por estar a sorrir desta maneira ela ia acabar por pensar que eu estava a gozar com ela ou assim, mas eu não estava. Estava a ser muito sincero. Acho que nunca a ia largar. Eu estava mesmo todo caidinho por ela. E como o meu pai dizia, quando um de nós fica assim. É para a vida.

Ela estava a olhar para mim com aquele olhar de quem me queria bater. Ou se calhar era beijar-me. Eu nunca sabia. Nem me importava que fosse os dois.

- Continuas a fingir que eu nao te faço sentir nada, Linda?

A minha boca estava mesmo mesmo perto da dela. Eu podia me esticar só um pouco e ia acabar por beija-la. Mas tinha um bocado de medo de estragar tudo com ela.

Mesmo que não exista nada para se estragar. Eu podia simplesmente arriscar. Quer dizer, quem não arrisca não petisca.






Benjamin Redbird Malfoy
avatar
Novato

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Convidado em Seg 07 Nov 2016, 18:26

Normalmente, eu já me tinha afastado, dado um estalo a quem quer que me estivesse a agarrar assim sem eu querer e ido à minha vida. Mas a questão era mesmo essa, eu não queria que ele me largasse, pois não?

- Vais ter de me largar mais cedo ou mais tarde.

Não era uma resposta muito certeira, não dava a entender que queria que ele me largasse, mas também não lhe dava a entender que queria que ele avançasse. E se ele fosse em frente e me beijasse? Ia haver algum problema? Não era nada de outro mundo, certo?

- E não fazes. És giro, apenas isso.

E depois beijei-o. Queria provar-lhe que aquilo podia não significar nada e não significava. E ao princípio achei que podia afastar-me a qualquer momento e seguir o meu caminho. E depois percebi que não conseguia. E ele nem sequer estava a prender-me. Oh Deus, pára, por favor!

Esta criatura loira do demónio apareceu para me foder a cabeça e agora eu estava lixada. Quanto mais o beijava mais tinha a certeza de que sentia alguma coisa. Raiva? Ódio? Repugnância? Impaciência? Não parecia nenhum desses sentimentos.

Para ser sincera nunca um beijo me soube tão bem. Ele era calmo e hesitante e isso tinha piada. Os nossos lábios quase só se tocavam, mais nada. E o meu coração ao mesmo tempo acelerava. Percebi que não queria parar. O meu corpo estava pesado, nem se mexia para longe dele. Pelo contrário.

Isto não podia ser bom.
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Benjamin Redbird Malfoy em Seg 07 Nov 2016, 20:27

Ela continuava a não dizer ao certo que queria que eu me afastasse e que parasse de me atirar a ela. Ela não dizia nada disso de forma a que me izesse acreditar que ela não sentia mesmo nada por mim. Pelo contrário, com cada mais vaga resposta dela mais eu acreditava com todas as minhas forças.

- Só giro, ahm? - Ri-me e abri a boca para lhe mandar uma piada. - Devias então me ve-

Não consegui acabar a frase porque ela me beijou. E juro que ali o meu cerebro deixou de funcionar. Claro que a beijei de volta, não era estupido. Mas houve ali qualquer curto circuito dentro de mim e eu esqueci-me até do meu próprio nome.

Eu já tinha beijado muitas raparigas, afinal de contas não sou nenhum santo e eu era todo bom. Mas nunca tinha tido um beijo assim. Não nos estavamos a comer nem nada disso. Estavamos a beijar-nos mas eu estava agora nervoso e eu sentia que ela também, eram só lábios e mesmo assim era tudo ao de leve. Mas eu senti ela aproximar-se mais de mim inves de afastar-se como ela tinha dito antes.

Pensei que fosse morrer naquele momento. Parecia mesmo uma cena de um filme. Aquele momento cliché em que te apercebes que aquilo é aquilo para ti. E se eu já achava que tinha uma crush nela e que queria ficar com ela, agora tinha a certeza disso.

As minhas mãos foram para a cintura dela e puxaram-na ainda mais para mim, e depois comecei a beija-la como deve de ser. Com tudo o que eu tinha.

E estava feliz por ela não me ter dado um estalo e chamado criatura do demónio.




Benjamin Redbird Malfoy
avatar
Novato

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Convidado em Dom 13 Nov 2016, 12:39

Nunca tinha sido beijada assim. Nunca tinha sentido uma coisa destas ao beijar alguém. Porquê? Porque ele era novo ali? Não, não podia ser nada disso. Não queria larga-lo. Sentia-me nas nuvens, queria que ele me ficasse a segurar para sempre. Mas isso não ia acontecer.

Continuei a beija-lo durante um tempo. Era estranho e eu não queria que fosse nada de especial. Tive de me afastar e preparar uma cara completamente normal, mas o calor que sentia nas bochechas traía isso.

- Estás satisfeito agora? Vais parar de me chatear agora?

O meu coração ainda estava acelerado quando disse isto e eu estava a lutar para controlar a minha respiração. Meu Deus, os olhos dele. Aqueles olhos azuis estavam a deixar-me louca! Tudo nele me estava a deixar louca! Por favor, ajudem-me.

- Benjamin?

Quando disse o nome dele algo me deu um choque interno. Juro que sim. Eu não podia sentir nada, não podia! Por amor de Deus, não havia coisa mais errada do que isto!
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Benjamin Redbird Malfoy em Dom 13 Nov 2016, 17:22

Eu já não precisava de mais nada para ter a certeza que estava completamente apaixonado por ela. Foi como um sino na minha cabeça. E eu queria ter ficado ali muito mais tempo a beija-la. Mas ela afastou-se um bocado. E estava toda corada apesar de estar a fazer aquela cara dela.

- Satisfeito? - A minha voz saiu um bocado rouca. E eu fiz um pequeno sorriso. - Nem perto disso, linda.

Eu sentia o coração dela acelerado contra o meu proprio porque eu não a tinha deixado afastar o corpo do meu. E eu vi ela engolir em seco e isso só me fez sorrir mais ainda. Eu deixava a alterada.

E depois ela chamou-me pelo meu nome e eu senti um arrepio por todo o meu corpo. Aquilo devia de ser ilegal.

- Não me chames muitas vezes assim que eu não sou capaz de me controlar, Raquel. - Dei-lhe uma festa na cara e fiz um meio sorriso provocador.

Eu tinha era que continuar a provoca-la assim. Mal sabia eu que ainda tinha um longo longo caminho pela frente.




Benjamin Redbird Malfoy
avatar
Novato

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Convidado em Dom 13 Nov 2016, 17:32

O que é que ele me estava a fazer? Eu não estava apaixonada por ele. Nem por sombras. Não podia estar!

- Vais ficar assim então. Esta escola bem que podia ter uma barraca de beijos que elas iam todas para lá de borla. Não precisas dos meus para nada. Este foi um de graça, e acaba por aqui. Ok?

Por dentro eu não sentia isto. Dizer o nome dele fez qualquer coisa com ele. Isso era estranho. Porquê? E o sorriso dele não estava a ajudar nada. Porquê a mim?

Beijei-o outra vez. Como não o fazer? Porque é que não? Fazia-me sentir bem. Não era como beijar qualquer outro. E queria o meu corpo colado nele muito tempo. Sabia bem. Será que ele era lobisomem? Tinha ouvido coisas sobre eles.

É isso! Eu estava só curiosa para saber como era estar com um! Eu não estava apaixonada por ele. Porra, que alívio perceber isso. Por momentos pensei que me estava a apaixonar por esta criatura do demónio.
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Benjamin Redbird Malfoy em Dom 13 Nov 2016, 17:58

E ela começou logo a dizer que ia acabar por ali e eu quis um bocado rir-me na cara dela. Porque eu estava a ver como é que ela não parava de respirar depressa e o coração dela estava a engana-la tal como o resto do corpo.

E eu ia abrir a boca para lhe responder com um sorriso irónico mas depois ela beijou-me e o meu cerebro era outra vez uma folha em branco e tudo o que eu queria era leva-la para o meu quarto.

Eu queria ficar com ela muito mais tempo assim. E não a largar mais. O problema era que ela ia recusar isso provavelmente.

- Então fica mesmo por aqui? - Perguntei com a respiração um bocado acelerada. Eu não era lobisomem totalmente. Não me transformava. Mas ainda tinha a estamina de um e uma força sobrehumana. - Tens a certeza disso, linda?




Benjamin Redbird Malfoy
avatar
Novato

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Convidado em Sex 18 Nov 2016, 13:32

Ele bem que podia ser um cavalheiro, afastar-se e ir embora. Mas não, deixou-me beija-lo e deu a entender que eu podia fazer o que eu quisesse. Ena. Pensar nisso era... Bem... Nem sei.

- Sim. Acho que fica.

Eu não estava muito certa do que estava a dizer. Quer dizer, sabia bem o que queria neste momento, mas já sabia que depois disse me ia arrepender. E eu odiava ficar com esse sentimento. Evitar erros era a minha especialidade. E não queria parar agora.

E ele parecia um erro gigante. Daqueles que devemos cometer várias vezes só para ter a certeza que está mesmo errado. Oh Deus... Queria tanto ficar ali a beija-lo até os lábios ficarem inchados. Este rapaz era a fofura em pessoa e isso estava a irritar-me. Eu não me meto com miúdos!
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Benjamin Redbird Malfoy em Dom 20 Nov 2016, 15:52

Ela disse que as coisas ficavam por ali mas eu conseguia ver que ela nao tinha a certeza disso. E além disso, estava ainda ali encostada a mim. Com as mãos nos meus ombros.

- Estou à tua disposição.

E estava a falar a sério. Isto podia ser a pior coisas que eu podia fazer ao meu coração mas eu não conseguia pensar muito direito nisto agora. Valia mais estar o amis perto que conseguia dela e se calhar depois conseguia fazer com que ela me visse por outros olhos.

- Estou a falar a sério! - Disse quando vi a cara dela e fiz um meio sorriso, pressionando-a um pouco mais contra a parede. -  Quando quiseres. Sem mais nada.

Não ia perder qualquer chance que tinha para estar perto dela e para tentar alguma coisa com ela. Ela agora não me via sem ser como o filho dos meus pais que apesar de tudo era completamente lindo. Mas eu sabia que era capaz de fazer com que ela mudasse de ideia. E aqui tinha uma chance.

Desde que o cavalo não ripostasse, era na boa.




Benjamin Redbird Malfoy
avatar
Novato

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Convidado em Dom 20 Nov 2016, 22:41

Eu devia mesmo ir embora. Ou será que não devia? Podia ficar ali mais um bocadinho?

- Qual é a tua ideia? Mas tu és parvinho ou assim? És masoquista? É que parece.

Não conseguia evitar de perguntar. Só podia! Para estar a fazer isto só podia! Ele tinha plena noção de quem eu era e já devia ter ouvido coisas e

estava aqui como se nada fosse.

A pior parte? Eu estava a gostar. Eu estava a gostar mesmo muito. Estava a ser diferente. Eu precisava de me continuar a dizer que era por ser um

desafio. Se ele fosse mesmo lobisomem podia ser interessante e intenso, talvez. Sim, era nisso que eu estava interessada. Mais nada. Nem no

cabelo loiro dele que me dava vontade de puxar. Nem no sorriso dele que me estava a deixar otária da cabeça. Nem dos olhos azuis que me faziam

querer gritar de frustração. Claro que não era nada disto.

- Sem mais nada? Não sabes do que estás a falar miudo. Não sabes mesmo.

Meu deus, ele estava tão longe de mim. Nem ele imaginava. Sentia-me como se fosse uma mancha negra prestes a contaminar uma fonte de luz.

Era isso que ele era. Nunca lhe vi nenhuma atitude arrogante como a do pai. Isso deixava-me o coração apertado. Pensar que ele era boa pessoa.

- Sabes como funcionam contaminações? Queres ser médico não é? Devias ficar afastado de coisas que te podem contaminar.

Não estava a falar de doenças, eu não tinha nenhuma. E estava a lixar-me para se ele percebia ou não. Mas era o que eu pensava. E queria que ele

soubesse disso.
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Benjamin Redbird Malfoy em Dom 27 Nov 2016, 01:16

Ela perguntou se eu era parvo ou masoquista e eu acabei por me rir um bocado. Se calhar até era. Só eu sabia o quão perigoso era isto em que me estava a meter. Nem ela sabia o quão fácil era capaz de me partir o coração. E mesmo assim eu estava a por me a jeito. Mesmo mesmo a jeito.

- Se calhar, não queres descobrir?

Acabei por fazer um meio sorriso.  Tinha que ser assim. Não havia mais nada que eu pudesse fazer para passar tempo com ela e além disso eu estava mesmo atraído por ela. Estava a deixar me doido. Sonhar com ela. Pensar nela.
E agora que a beijei ainda ia ser pior.

- Sei sim. Pensas o que que sou um santo?

Encolhi os ombros e ri me. Não estava  a entender muito bem toda esta conversa dela. Parecia que ela estava a dizer que não porque me queria proteger? Não não devia de ser isso. Era impossível isso.

- Nao percebo bem o que estás a dizer, mas acho que não tens nada a te preocupar. Eu sei o que faço. Eu sei o que quero.

Puxei a outra vez para pé de mim e fiz um meio sorriso dando lhe um beijo no pescoço.

- É o que eu quero agora és tu.

Eu estava a cavar a minha própria cova. Eu ia ficar ainda mais apanhado por ela. E se ela não se apaixonar por mim, então ainda vai doer. E muito.




Benjamin Redbird Malfoy
avatar
Novato

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Convidado em Dom 27 Nov 2016, 01:20

- Eu nunca disse que eras Santo.

E estava a custar me.pensar nisso.

- Não sabes o que dizes.
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Benjamin Redbird Malfoy em Dom 27 Nov 2016, 20:12

Claro que revirei os olhos quando ela disse que eu não sabia o que estava a dizer. Eu sabia muito bem o que estava a dizer. Eu tinha toda a certeza do que estava a dizer.

- Eu sei o que estou a dizer. E agora tu, sabes?

As minhas mãos foram parar á cintura dela, puxando-a levemente contra mim. Ainda tinha um meio sorriso na cara. Já sabia que ela queria. Agora era só ela deixar de ser teimosa e se calhar podia acontecer alguma. Se calhar não de imediato aquilo que eu queria mesmo mas tinha confiança a longo prazo. Se a conseguir manter interessada até lá.

- Até parece que não queres. E não digas que não porque eu consigo ouvir o teu coração daqui.




Benjamin Redbird Malfoy
avatar
Novato

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Convidado em Dom 27 Nov 2016, 23:03

- Eu sei o que quero e o meu coração funciona bem muito obrigada.
Convidado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Corredor

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum